Descanso: A Importância Para A Saúde

descanso

O descanso é uma necessidade, não uma opção. É essencial que se consiga parar com as atividades normais do dia a dia e relaxar.

Da mesma maneira como a prática de exercícios físicos e a alimentação saudável, dormir bem é fundamental para a qualidade de vida. A privação do sono causa estresse, ansiedade e mau humor, aumenta as chances de engordar e ainda acelera o envelhecimento.

Dormir mal por três noites é suficiente para deflagrar sinais de resistência à insulina, condição que pode evoluir para o diabetes. Outro aspecto prejudicial é que o corpo aumenta a produção de glerina, hormônio que dispara a vontade de comer e pode ser um gatilho para a obesidade.

Sem o descanso adequado, o organismo também aumenta a produção de radicais livres, moléculas que degradam as células, provocando o envelhecimento precoce.

Importância do descanso

Não são apenas os exercícios e a alimentação que dão saúde. O sono e o descanso são indispensáveis para trazer a recomposição das células, o equilíbrio e o crescimento muscular saudável. A resposta do organismo à sua alimentação e aos exercícios vem durante o sono.

As pessoas que sofrem de insônia, não proporcionam a si mesmas um período de relaxamento, colocando em risco, de maneira assustadora, todo o seu equilíbrio químico e emocional. A insônia é causadora dos maiores estresses no homem, porque ela simplesmente rouba do indivíduo a possibilidade de refazer seu equilíbrio.

Muitas vezes, o estresse é o resultado de um período de esforço extenuante, sem o descanso necessário. Sabemos que um dos sintomas é a insônia e percebemos um efeito em cadeia: a insônia produzindo o estresse, que por sua vez produz a insônia. Este ciclo vicioso pode trazer consequências gravíssimas na saúde física e mental das pessoas. Precisamos aprender a nos respeitar e nos permitir o período de descanso que o nosso corpo necessita para sua devida recomposição e equilíbrio.

Dicas para um melhor descanso

Existem algumas dicas para descansar melhor, entre elas:

  • Deixe suas preocupações e planos para outro momento;
  • Não se deite após ter comido em excesso ou sem ter comido;
  • Desenvolva um ritual de sono;
  • Tente criar um ambiente agradável;
  • Evite ler, falar ao telefone, trabalhar ou comer na cama;
  • Faça um relaxamento muscular;
  • Mantenha horários regulares;
  • Faça exercícios regularmente;
  • Cuidado com os estimuladores;
  • Não fume;
  • Beba com moderação;
  • Busque qualidade e não quantidade;
  • Se você tem problemas para dormir à noite, não durma à tarde.

As fases do sono

O sono cumpre ciclos de 90 minutos em que se alternam as etapas classificadas como NREM e REM.

A primeira é subdividida em quatro estágios. Os dois iniciais se caracterizam pela liberação da melatonina, que marca o início do relaxamento, a redução do ritmo cardíaco e da pressão arterial. Nos dois últimos, ocorre o aprofundamento do descanso. No sono REM, nós sonhamos e processamos as informações assimiladas durante o dia.

Acredita-se que 45 minutos de cochilo diurno sejam capazes de contemplar pelo menos as três primeiras fases do sono NREM, promovendo a diminuição da pressão arterial, do nervosismo e da ansiedade.

Conclusão

O sono não é apenas um desligamento do cérebro para seu descanso, mas, sim, um estado ativo, cíclico, complexo e mutável, com profundas repercussões sobre o funcionamento do corpo e da mente, caso haja privação. O sono não é diferente de outros estados da vida: exige preparação, ambiente adequado e mente livre de preocupações.

A falta de descanso acarreta imunidade baixa, muita fome, falta de coordenação motora, falta de concentração, dificuldade para tomar decisões e sensibilidade ou irritabilidade. Portanto, organize melhor seu tempo e comece a dar prioridade ao descanso.

Simule um Plano de Saúde

Para ajudar a cuidar melhor da sua saúde, um plano de saúde é a melhor opção. Faça uma rápida cotação de planos de saúde e saiba qual o melhor para você!

Preencha o formulário abaixo e receba uma simulação!

Veja também

Comentarios