Anticoncepcionais que aumentam o risco de trombose – Saiba quais

anticoncepcionais que aumentam o risco de trombose (1)

A pílula anticoncepcional começou a ser distribuída no Brasil em 1962, dois anos após ser desenvolvida, e atualmente é o método contraceptivo mais utilizado pelas mulheres brasileiras, cerca de 14 milhões (61%) utilizam o método para evitar a gravidez. Porém, o que muitas mulheres não sabem quais são os anticoncepcionais que aumentam o risco de trombose.

Devido os avanços da tecnologia, as mulheres estão muito mais seguras hoje do que há 50 anos atrás, pois os níveis de estrogênio eram dez vezes maiores, porém, alguns anticoncepcionais ainda oferecem riscos para a saúde, um deles, é a trombose.

Existem alguns fatores que podem aumentar os riscos, como a diabetes e o tabagismo.

Para ajudar, mostraremos alguns dos anticoncepcionais que aumentam o risco de trombose, mas vale lembrar que nada substitui uma consulta com seu ginecologista, verifique com seu plano de saúde quais os locais que você poderá agendar uma consulta.

AINDA NÃO TEM PLANO DE SAÚDE? CLIQUE AQUI E SOLICITE UM ORÇAMENTO

Antes de saber quais os anticoncepcionais que aumentam o risco de trombose, é importante entender melhor as causas do problema.

O que é trombose

A trombose venosa acontece com a coagulação do sangue veias em locais e momentos inadequados, já que a coagulação ocorre quando o organismo está se defendendo de algo.

Na maioria dos casos ela ocorre nos membros inferiores, devido o efeito da gravidade, mas podem acontecer em qualquer parte do organismo. A trombose acontece devido um trauma, alteração do clico de coagulação ou má circulação sanguínea. Quando ela ocorre, o fluxo sanguíneo é interrompido e se o coágulo se desprender, pode acarretar problemas graves ao organismo, como por exemplo uma embolia pulmonar.

Ela pode ocorrer em veias (trombose venosa) ou em artérias (trombose arterial), nesse caso, poderá causar um AVC ou infarto agudo do miocárdio. Os principais sintomas da trombose são inchaço e dor.

Anticoncepcionais que aumentam o risco de trombose

A Anvisa divulgou uma pequena lista de anticoncepcionais que podem aumentar o risco de trombose. Um dos principais alertas é sobre a pílula Diane 35, principalmente quando houver histórico de processo trombóticos venosos ou arteriais. Esse medicamento também é utilizado para controle de acne, ovários policísticos e hirsutismo (excesso de pelos).

Outros medicamentos que também estão na mira da agência são Yaz, Elani Ciclo, Yasmim e suas versões genéricas, pois contêm drospirenona, um tipo de progestina (hormônio que atua como a progesterona) que não é encontrado na maioria dos anticoncepcionais. Apesar de ser muito eficaz na prevenção da gravidez, essa substância é relacionada com um maior índice de ocorrência de trombose.

Aqui no Brasil, a Anvisa permite que esses medicamentos sejam comercializados, mas emitiu um comunicado solicitando que os médicos registrem em sistemas os casos de trombose causados pelo medicamento.

Consulte um especialista

O uso da pílula anticoncepcional deve ser receitado por um ginecologista, somente ele poderá dizer qual o melhor medicamento para você. O médico do plano de saúde poderá tirar todas as suas dúvidas sobre o uso de anticoncepcionais e seus efeitos colaterais.

Ainda não tem um plano de saúde? Preenche o formulário abaixo e receba a cotação dos planos que se encaixam ao seu perfil.

Se preferir, você pode fazer a simulação do seu plano através do nosso WhatsApp (11) 9 4579-5402

Preencha o formulário abaixo e receba uma simulação!

Veja também

Comentarios