Cientistas descobrem possível Transplante de Memória

Cientistas Descobrem possível Transplante de Memória: Confira detalhes

Cientistas descobrem um novo método de transportar memória. A pesquisa, realizada na Califórnia abre discussões acerca da possibilidade de se criar uma cura para a Alzheimer, ou então de desenvolver um tratamento mais eficaz.

Cientistas descobrem Como Transplantar Memória

Cientistas descobrem, por estudos realizados na Universidade da Califórnia em Los Angeles, possíveis métodos de transportar memoria. Apesar de recente, o estudo trouxe possibilidades de serem desenvolvidas novas pesquisas na área da saúde e da memória fisiológica.

Segundo a BBC, o estudo realizado com Caracóis Marinhos, do gênero Aplysia Californica, buscava comparar a reação de defesa destes.

Para o estudo, um grupo de caracóis foi submetido á uma série de choques elétricos em suas caudas. Sua reação, depois de um tempo, deu-se em uma defesa por contração do corpo que durou cerca de 50 segundos.  Outro grupo, não condicionado ao treinamento de defesa, quando recebeu o choque, contraiu o corpo por apenas 1 segundo.

Em seguida, os pesquisadores extraíram o RNA, material genético das células nervosas, de ambos os grupos e transferiram para um grupo que não havia passado pelo processo. Deste grupo, os caracóis que receberam RNA do primeiro grupo, condicionado, teve uma reação parecida, contraindo o corpo por 40 segundos. Já o segundo grupo, recebeu material genético do grupo não condicionado. Assim como estes, tiveram uma resposta de apenas 1 segundo. Ou seja, não esperava pelo choque, como os outros.

Saiba quais benefícios e vantagens você adquire contratando um plano de saude. 

O que dizem os Pesquisadores

O Professor da Universidade da Califórnia (UCLA), e mais um autor do experimento, afirmam se tratar de uma possibilidade de transferência de memoria.

Eles acreditam que a memória esta armazenada nos núcleos dos neurônios, e não nas sinapses, como se pensava.  Estas sinapses são as junções dos neurônios, então se a memória realmente estivesse armazenada neste local o experimento não teria corrido com sucesso, salientam. A imagem abaixo exemplifica melhor essas células neurais:

Apesar de possuírem apenas 20 neurônios, em contrapartida dos 100 dos humanos, os caracóis possuem processos moleculares e celulares parecidos com os dos humanos. E mesmo que não signifique um avanço imediato, esta pesquisa possibilitou pensar em novos tratamentos para Alzheimer e Perturbação de Estresse Pós-Traumático.

Então fica a questão… Sera possível daqui alguns anos fazer o transplante de memória em humanos?

 

 

Veja também

Comentarios