Depressão em Mulheres: Efeitos da doença

Depressão em Mulheres: Efeitos da doença - Valor de planos de saúde

A depressão é só uma. Dizem que ela pode ser a doença do século. Porém esse problema é mais significativo em algumas pessoas por causa de processos hormonais. Então a depressão em mulheres se torna mais complicado. Isso faz com que ela não sinta mais vontade de nada, como trabalhar ou sair para comprar algo. O médico precisa analisar e diagnosticar para que o tratamento seja eficaz e especifico.

Quem sofre de depressão tem como objetivo o auto sabotamento e estar sem controle sobre sua própria vida. Os deprimidos sabem que estão sem amparo e muitas vezes não conseguem buscar ajuda suficiente para sair dessa realidade sofrida. O diagnóstico da depressão em mulheres são duas vezes mais do que em homens., isso se dá por conta de pensamentos relevantes, sendo que algumas mulheres dão mais espaço a eles. Muita das vezes há uma variedade de fatores que contribuem para a doença, como conflitos internos, fatores ambientais e autocensura.

SIMULE O VALOR DO SEU PLANO DE SAÚDE AQUI.

Como acontece a depressão em mulheres

A alteração na química dos neurônios cerebrais causa a depressão. Esse problema é causado pela diminuição de neurotransmissores, como a dopamina, noradrenalina e serotonina. Então é importante ter força de vontade e buscar apoio máximo da família.

A depressão pode ter uma causa, mas também pode ter causa nenhuma. As pessoas que são mais vulneráveis a essa doença já teve alguém da família que ocorreu a depressão ou, ela mesma, já passou por algumas perdas, lutos ou mudanças, tanto na infância quanto na vida adulta.

Tratamento da depressão

O mais aconselhável é a paciente ir ao médico ver o que está acontecendo. Depois do diagnóstico, o médico irá receitar alguns remédios que possam melhorar o humor da paciente e, também, atendimentos com o psicólogo. Deste modo, irá ter resultados frequentes até chegar na causa do problema e tratar da melhor forma. A prescrição de antidepressivos irá depender da frequência e intensidade dos episódios depressivos .

A ajuda não vem apenas da parte dos médicos e remédios, mas, também, da família. Os familiares são a base para que tudo termine bem e saudável, pois há a questão do incentivo e o controle mental, para que não caia de novo. Os médicos pedem que não tratem a paciente de forma diferente, dando mais atenção do que o normal ou menos atenção. A rotina precisa continuar a mesma, porém se dedicar para incentivar nas consultas, remédios, entre outras coisas.

Portanto, a depressão é algo que foi causado por alguma parte da vida, mas também ela vem para qualquer pessoa. Já está sendo considerada o mau do século, pois as pessoas sentem medo de lidar com o novo, de se arriscar fora da zona de conforto, então acaba por não saber o que fazer e entra em seu próprio declínio. E para se prevenir desse problema que atinge muitas pessoas, principalmente mulheres, é bom que faça exercícios para liberar endorfina e procure um médico para saber outros meios de prevenção.

Veja também