Plano de Saúde Familiar | Tudo o que você precisa saber para Reduzir Custos

Quando falamos em plano de saúde familiar logo pensamos nas pessoas que mais amamos e queremos bem protegidas. Pensando nisso, muitas empresas têm trabalhado para oferecer serviços que incluam todos os membros da familiar para proporcionar a eles bons momentos.

Como funciona o Plano de Saúde Familiar

Basicamente todas as operadoras trabalham da mesma forma:

  • Um plano de saúde familiar básico: engloba os procedimentos básicos exigidos pela ANS que são consultas médicas de diversas especialidades, exames laboratoriais clínicos de baixa e médica complexidade, atendimento de urgência e emergência, internações e cirurgias.
  • Os planos intermediários: incluem alguns serviços adicionais e os completos possuem basicamente tudo que se possa imaginar até mesmo procedimentos estéticos.
  • Os planos mais completos: possuem médicos e hospitais credenciados por todo o território nacional, sendo esse indicado para quem viaja muito.

Além dos procedimentos inclusos no plano,  as operadoras podem oferecer serviços adicionais. Por exemplo, é comum vermos atendimento em uma rede especifica de laboratórios, remoção por ambulância ou aérea, atendimento domiciliar, programas de prevenção à saúde e até mesmo um seguro desemprego que cobre as mensalidades do plano.

As operadoras costumam disponibilizar para o cliente um guia de atendimento médico, onde ele pode consultar sobre os médicos e locais de atendimento. Esse guia muitas vezes é disponibilizado de forma online, e por lá mesmo é possível verificar a disponibilidade para agendar as consultas.

Saiba a diferença entre plano de saúde familiar e individual aqui.

Carência para atendimento no Plano de Saúde Familiar

Mesmo após a adesão do plano de saúde familiar, nem todos os procedimentos podem ser utilizados imediatamente, tendo que se esperar um tempo de acordo com o procedimento. Para saber mais sobre carência clique aqui

Cobrança do Plano de Saúde Familiar

Conforme falamos acima, é preciso verificar os preços e os serviços cobertos por cada plano de saúde familiar. Isso porque as operadoras tem flexibilidade para trabalhar com os valores e a diferença em muitos casos é grande. A maioria das empresas trabalha com mensalidades, porém nem sempre elas são fixas. Isso porque existem duas modalidades de cobrança: a coparticipação e a sem coparticipação.

Outro fator que merece atenção é em relação ao reajuste do Plano de Saúde Familiar. Esse ocorre anualmente e tem sua porcentagem autorizada pela ANS, normalmente acontece nos primeiros meses do ano.

Operadoras que oferecem este plano

Como contratar o Plano de Saúde Familiar

Agora que você já viu as vantagens de ter um plano de saúde familiar, faça uma simulação abaixo temos um corretor pronto para te atender.

Preencha o formulário abaixo e receba uma simulação!

Veja também

Comentarios