cintia Cintia

Todos os artigos de cintia

 

Vacina na gravidez | Veja a sua importância e se proteja!

Você sabia que no período gestacional, o sistema imunológico da mulher abaixa e as chances de contrair vírus ou bactéria aumentam? Por esse motivo nós do Valor Planos de Saúde, indicamos que você tome a vacina na gravidez. Somente dessa forma você irá conseguir proteger a si mesma e ao seu bebê, que já no primeiro ano de vida, precisa resistir a infecções da baixa resistência do sistema imunológico. Claro, que para isso é necessário que você faça o acompanhamento do pré-natal. Esse é um dos processos mais importantes durante a gravidez, pois é a partir dele, que a sua ginecologista analisar o seu estado de saúde. E, a vacina na gravidez faz parte de um dos cuidados essenciais do pré-natal. O que você está esperando para adquirir um plano de saúde e já começar com o seu acompanhamento? Você e o seu bebê merecem um cuidado especial. Leia também: Menstruação atrasada? Descubra os principais sintomas de gravidez Confira agora, mais sobre a importância da vacina na gravidez: Realmente é importante a vacina na gravidez A vacina na gravidez pode ser considerada uma estratégia de saúde pública, porque ela é capaz de prevenir a mãe e o bebê de contraírem doenças Entre as vacinas recomendadas para as gestantes, estão: Tríplice bacteriana (dTpa – Difteria, Tétano e Coqueluche): Ela deve ser tomada a partir da 20ª semana de gestação e repetida a cada gravidez. Atenção! O correto é tomar a vacina no prazo determinado, para que os anticorpos sejam transmitidos a tempo para o bebê. E, caso o seu filho nasça prematuro, ele não terá tantos riscos de ficar doente por já ter recebido os anticorpos da vacina. Hepatite B: É, recomendável para as mulheres que não foram vacinadas antes de engravidar ou que não tenham tomado as três doses. Essa vacina é muito importante, para que não ocorra a transmissão perinatal, hepática crônica, que podem levar os bebês a irem a óbito. Gripe: A vacina da gripe pode ser tomada em qualquer período da gravidez, ela deve ser aplicada independentemente do período em que você tomou no ano anterior. E, as vacinas que as gestantes não podem tomar? Mulheres grávidas não podem tomar vacinas de vírus e bactérias vivos, como: Sarampo, caxumba, Rubéola, Varicela, Febre Amarela e BCG. Essas vacinas consistem a partir dos vírus ou bactérias e por conta disso, as gestantes por já estarem com a imunidade baixa correm o risco desenvolverem a doença. Nós, do Valor, apoiamos todos os cuidados com a mulher independe de estar gestante ou não. Por isso, se você ainda não possui um plano de saúde, entre em contato conosco e faça uma cotação gratuita!...
Continue lendo ...  

Endometriose | Saiba tudo sobre a sua causa, sintomas e tratamento

Você é uma mulher que gosta de ficar antenada em tudo que envolva a saúde feminina? Então, você está no lugar certo, nessa matéria iremos esclarecer o que é a endometriose, suas principais causas, sintomas e tratamento. Então, vamos lá.. A endometriose acontece quando as células do endométrio migram para o sentido oposto, caem no organismo, multiplicam-se e causam um quadro de inflamação. Mais detalhes sobre a endometriose Esse tecido, chamado de endométrio, em todos os meses fica mais espesso para que um óvulo possa ser fecundado nele. Mas, quando não há gravidez, no final do ciclo menstrual, ele descama e é expelido pela menstruação. Uma das formas de explicar o aparecimento de endometriose é que uma pequena quantidade desse sangue migra no sentido oposto e cai nos ovários ou na região abdominal. Ainda não existe uma explicação comprovada para as causas dessa doença. Mas, a única coisa que sabemos, é que há um risco maior de desenvolver endometriose, se a sua mãe ou irmã sofrem com a doença. É, importante você saber! A doença pode ocorrer em mulheres a partir da primeira menstruação e pode se estender até a última. Geralmente, o diagnóstico acontece quando a paciente tem em torno dos 30 anos. Segundo a Associação Brasileira de Endometriose, cerca de 10% a 15% de mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos), correm o risco de desenvolver a doença e há 30% de chance de que fiquem estéreis. Sintomas Os sintomas mais comuns de endometriose são: dor e infertilidade. Em média, 20% das mulheres têm apenas dor, 60% têm dor e infertilidade; e 20% apenas infertilidade. Ainda existem mulheres que sofrem de dores incapacitantes e outras que não sentem nenhum desses sintomas. Mas, fique atento aos principais sintomas: Cólicas menstruais intensas Dor durante as relações sexuais Fadiga crônica e exaustão Dificuldade para engravidar e infertilidade Sangramento menstrual intenso ou irregular De um modo geral, a endometriose pode se manifestar como uma cólica menstrual intensa, na região pélvica/abdominal ou até mesmo no intestino na época das menstruações. Quer saber mais sobre temas relacionados a saúde da mulher? Leia agora: DIU | Um aliado na prevenção contra o câncer de ovário. Tratamento O método para combater a endometriose é fazendo com que a mulher pare de menstruar, pois só assim ela não terá novos focos de endometriose. Dessa forma, a maioria usa anticoncepcionais e métodos contraceptivos para não menstruar. Outra pesquisa recente, mostra que a prática de exercício regularmente e a alimentação saudável com menos gordura e carboidrato, e rica em verduras e legumes também ajudam muito a diminuírem as dores. Outra opção de tratamento é a cirurgia e os medicamentos, que na verdade, servem para acabar com a dor. Vale ressaltar que a cirurgia e os remédios servem para combater os sintomas da endometriose e não garantem a sua cura total. Tratamento cirúrgico: Esse procedimento é feito por meio de uma cirurgia chamada de laparoscopia, nela é possível eliminar as complicações que a doença pode trazer, como cistos, por...
Continue lendo ...  

Saiba o que é uma Pré-diabetes e os alimentos que ajudam combater

Já ouviu falar em Pré-diabetes? É quando os níveis de glicose no sangue estão altos, mas não ao ponto de atingir uma diabete mais agravada. Geralmente, esse risco aparece em obesos, hipertensos ou pessoas com alterações nos lipídios.  No entanto, cerca de 50% das pessoas que têm o diagnóstico de pré-diabetes, mesmo com orientações médicas, desenvolvem a doença. E, o que podemos fazer para evitar uma Pré-diabetes? Uma das alternativas mais eficazes é mudar o hábito alimentar e praticar exercícios físicos diariamente, pelo menos 30 minutos. Essas medidas são capazes de impedir a evolução da doença e o aparecimento de complicações, como o infarto. Confira agora a lista: Comer diariamente verduras, legumes e, pelo menos, três porções de frutas Reduzir o consumo de sal, açúcar e gorduras Grãos integrais: arroz, macarrão, farinha integral, aveia Leguminosas, como feijão, soja, grã-de-bico, ervilha, fava, lentilha Carnes em geral: boi, porco, frango, peixe, carneiro Pequenas mudanças de hábito, podem ajudar muito! Procure também fazer um plano de saúde para que você consiga, sem muita burocracia, realizar todos os exames necessários de prevenção e tratamento. Fique de olho nos sinais, que muitas vezes incluem aumento da sede, urinar mais, ter mais fome, cansaço e visão turva. Atenção! É, importante que você saiba que uma Pré-diabetes dificilmente irá apresentar sintomas. O seu médico, provavelmente, irá receitar algum tipo de medicação, mas isso varia muito e depende de como estará o estágio da doença. O que pode acontecer se eu receber um diagnóstico de diabete? É muito comum ocorrer várias reações emocionais. Isso é normal? Sim, pois o mental e o emocional podem ser afetados com o diagnóstico de alguma doença crônica, como o diabetes.   Confira agora algumas dessas reações: Ansiedade Os distúrbios de ansiedade são bem comuns, pois, a má interpretação de alguns sintomas de hipoglicemia pode prejudicar a rápida correção exigida pelas baixas taxas de glicemia.  Depressão  A depressão ocorre duas vezes mais em portadores de diabetes do que na população em geral. Provavelmente, esse resultado é por conta da interação entre fatores psicológicos, físicos e genéticos. A contribuição de cada uma dessas reações varia de paciente para paciente. Problemas sexuais Os problemas sexuais são muito comuns, pois a nossa saúde sexual está diretamente relacionada às complicações do diabetes. Alguns desses problemas são: disfunção erétil e problemas de ejaculação. A disfunção sexual pode afetar as mulheres. As altas taxas de glicose, lesões nos nervos, depressão e propensão a infecções genitais são alguns dos fatores que podem atingir a vida sexual da mulher com diabetes. Nós, do Valor, apoiamos você a cuidar de sua saúde e a realizar certas mudanças de hábitos. Com essa atitude, você verá que realmente vale a pena cuidar de si e de quem você ama!  E, como você já deve ter percebido o Valor, trabalha com os melhores planos de saúde, por um preço que cabe no seu bolso! Não perca tempo e faça agora uma cotação conosco!...
Continue lendo ...  

Descubra tudo sobre a segunda etapa da vacina contra sarampo

Ainda não se vacinou contra o sarampo? Então, ainda dá tempo, pois a segunda etapa da vacina contra o sarampo irá acontecer nos próximos dias de novembro. A campanha acontecerá de 18 a 30 de novembro, tendo como foco o público da faixa etária entre 20 a 29 anos. Lembrando que os bebês e crianças de 04 meses, 06 meses ou 11 meses poderão ser vacinados. No caso de pessoas de outras idades que irão viajar, também poderão procurar por uma unidade de saúde mais próxima para receber a vacina. Atenção!  A vacina contra sarampo não é permitida se você estiver gestante ou em tratamento de HIV ou câncer. Vacina contra sarampo | Dúvidas frequentes A vacina consiste em duas doses com intervalo mínimo de 30 dias. E, caso você tenha tomado apenas uma das doses, é necessário completar a caderneta de vacina. Ao todo, serão cinco etapas, uma para cada faixa etária, pois a primeira fase ocorreu entre os dias 07 a 25 de outubro, com foco nas crianças menores de cinco anos. Em 2020, a campanha da vacina contra sarampo está prevista para o público entre 50 a 59 anos. Conforme os comunicados da Prefeitura, todas as unidades de saúde possuem a vacina Tríplice Viral que protege contra caxumba, rubéola e sarampo. Quero ir até uma unidade, o que eu preciso levar? Quando você for até uma unidade de saúde é necessário levar o cartão de vacina, para o profissional verificar se é preciso ou não tomar a segunda dose. Sintomas Os sintomas mais comuns são: mal-estar intenso, irritação nos olhos, nariz entupido ou febre acompanhada de tosse. Quer conhecer mais os sintomas do sarampo? Então, clique aqui e descubra! Como ocorre a transmissão? O contágio da doença ocorre por meio de tosse, fala, espirro ou até mesmo pela respiração. Geralmente, esses incômodos acontecem com intervalo de quatro dias antes ou após a aparição de manchas vermelhas. No início, de três a cinco dias após o contágio, é comum aparecer manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas, depois essas manchas se espalham pelo corpo. Importante! Nós, do Valor Planos de Saúde, apoiamos a segunda etapa da vacina contra o sarampo, pois sabemos que se trata de uma doença grave e que a vacina é o único meio de evitar a doença. Não deixe de cuidar de sua saúde e das pessoas que você ama! O sarampo é uma doença altamente contagiosa e fatal. Por esse motivo fique atento e procure se vacinar o quanto antes, e claro, não deixe de adquirir um bom plano de saúde para que você possa acompanhar de perto o andamento de sua saúde. E, lembre-se: não há tratamento para o sarampo, apenas remédios que são utilizados para aliviar os sintomas. Por isso, vale a pena investir em um atendimento de qualidade para te oferecer toda a assistência necessária....
Continue lendo ...  

Osteoporose não é uma doença causada pela idade| Saiba mais

A osteoporose é uma doença que deixa os ossos frágeis e porosos. E, geralmente, atinge as mulheres acima dos 45 anos. Por causa desse alto índice em mulheres na menopausa, muitos associavam o aparecimento da doença com a idade avançada. Mas, por incrível que pareça, a idade não é a principal causa da osteoporose. Essas informações foram retiradas por um estudo brasileiro publicado em outubro no periódico Climacteric, que dissocia osteoporose de idade, pela primeira vez. Como a pesquisa de osteoporose foi feita? A pesquisa foi feita baseada em mulheres, no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Os pesquisadores associaram o tempo transcorrido, desde o início da menopausa, e o índice de massa corporal (IMC), das pacientes a doença. E, concluíram que a idade não é a principal causa de osteoporose entre mulheres na menopausa. Pelo contrário, o surgimento da doença pode ter ligação com a deficiência de estrogênio. Esse estudo foi avaliado em cima de prontuários de 938 mulheres com idade de aproximadamente 75,5 anos, que fizeram a densitometria mineral óssea, e que identificaram prevalência de osteoporose de 37,8%. O que mais não foi associado a osteoporose? Respondendo à pergunta, o que não foi associado a osteoporose, foi o tabagismo e a etnicidade. Os investigadores também identificaram que os participantes que tinham a doença, a média de idade era em torno de 77,3 e o tempo de menopausa foram maiores de 29,9, enquanto o IMC foi menor de 24,3 e 29,1. Após essa análise, apenas o tempo de IMC e o tempo de menopausa, permaneceram independente de estarem associados a osteoporose. Por isso, é importante termos uma alimentação saudável e cuidarmos da nossa saúde. Como deu para notar na pesquisa, manter o nosso IMC no padrão não se trata de estética e sim de um cuidado com a nossa saúde. Coisa que o Valor, entente muito bem! E, se não tomarmos as providências desde já, podemos ter sérios problemas a longo prazo. Aproveitando o ganho, caso esteja investigando se possui a osteoporose, conheça abaixo alguns de seus sintomas: Sintomas Essa doença é silenciosa e dificilmente irá apresentar sinais. O problema só é detectado quando o estado está avançado, com a deformação de ossos que provoca dor crônica ou quando aparece uma fratura. Fatores de risco Diabetes Disfunções na tireoide Sedentarismo Dieta com ausência de cálcio Abuso de álcool Uso abusivo de remédios à base de corticoides Tratamento Um dos métodos mais indicados pelos especialistas é que o tratamento seja feito  por uma dieta que contenha cálcio e vitamina D. Caso, a ingestão dos alimentos não seja suficiente, você deve optar em consumir suplementos, tanto do mineral quanto da vitamina. Não perca tempo, não espere ter os sintomas para cuidar da saúde, entre em contato agora com a nossa equipe e faça uma cotação gratuita! Nós do Valor, possuímos as melhores operadoras de planos de saúde!...
Continue lendo ...  

Novembro Azul | Mês de conscientização e de prevenção

O mês de conscientização do Outubro Rosa foi embora, mas não pense que acabou. Agora é a vez do Novembro Azul. Esse movimento possui como objetivo reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.   Essa doença é muito comum entre os homens, algumas pesquisas apontam que o câncer de próstata atinge, em média, 28,6% da população masculina. Vamos aproveitar o Novembro Azul e se atentar aos sintomas Quando acontece as campanhas do Novembro Azul, geralmente especialistas da área da saúde vão as ruas, distribuem folhetos e fazem plantão de dúvidas. Todo esse trabalho é feito, para chamar atenção das pessoas e mostra-las que o câncer de próstata é uma doença grave e que dificilmente apresentam sintomas. Quando pequenos sinais começam a surgir, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Por isso é necessário se atentar, fique por dentro de alguns sintomas: Dor óssea Dores ao urinar Vontade de urinar com frequência Presença de sangue na urina e/ou no sêmen Atenção! Devemos tomar cuidado também com alguns fatores de risco como: histórico familiar, obesidade e raça, pois homens negros possuem maior incidência nesses tipos de doenças. Recomendação! Se ainda não tem um plano de saúde, não perca a chance de adquirir um, pois você mais do que ninguém, merece um cuidado especial em sua saúde. E, sem a ajuda de uma boa operadora se torna desvantajoso, por conta de todos custos e procedimentos que serão necessários realizar. Prevenção Uma das prevenções mais eficazes contra o câncer de próstata é a realização do exame de toque retal, esse procedimento deve ser feito a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem fatores. Se trata de um método simples, que permite ao médico avaliar as alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos. Outros exames também poderão ser solicitados se houver a suspeita de câncer de próstata, como as biópsias, retiradas para análise e guiadas pelo ultrassom transretal. Tratamento Para dar início ao tratamento é necessário se atentar a alguns requisitos como: estado de saúde atual, estadiamento da doença e expectativa de vida. Situações em que o tumor apresenta baixa agressividade existe a vigilância ativa, que permite fazer o monitoramento e diagnosticar a evolução da doença. Lembre-se não é preciso esperar o Novembro Azul para começar a cuidar de sua saúde. Quanto antes o câncer de próstata for diagnosticado, melhor será as chances de cura!  Faça um acompanhamento com o seu urologista e, claro, faça o autoexame. Nós, do Valor, apoiamos o Novembro Azul e queremos garantir o seu bem- estar. Entre em contato agora conosco e faça uma cotação! Não perca a chance de cuidar de sua saúde e a de quem você ama!...
Continue lendo ...  

Candidíase | Tudo sobre os sintomas, prevenção e tratamento

Você já ouviu falar na candidíase? Ela é uma infeção causada pelo fungo Candida albicans. Esse micro-organismo vive normalmente no organismo do ser humano sem causar danos. Mas, em algumas situações, ele propicia a proliferação e passa a ser prejudicial para o corpo. O grupo que mais corre o risco de ser atingido pela doença são as mulheres, já que o fungo habita na região floral vaginal. As demais pessoas podem ter candidíase na boca, o conhecido “sapinho”, na garganta, pele, unhas, entre outros locais. Primeiros sintomas da candidíase Por ser uma doença silenciosa, fique atento aos sinais na região genital, como: ardor, coceira, inchaço na região genital e corrimento esbranquiçado. Nos homens geralmente aparece uma “vermelhidão” e uma espécie de nata na ponta do pênis, aftas e dor ao engolir alimentos. Prevenção Para evitar o contagio da candidíase vaginal é necessário fazer a higiene íntima com sabonete de pH neutro. Dica! De preferência por peças íntimas de algodão, não use absorvente interno com frequência e evite roupas apertadas ou molhadas por tempo prolongado. Recomendação! Tenha relações sexuais, só o uso dos preservativos. Esse método conceptivo previne o contagio da doença entre os parceiros. Tratamento Quando o diagnóstico é feito, o médico geralmente analisa a região da vagina ou do pênis e, em alguns casos, ele solicita a raspagem da área atingida. Para que seja identificado o tipo de fungo. O profissional indica que o paciente faça o tratamento, através de cremes de uso no local, na maioria dos casos, duas vezes ao dia. Existe também a opção de antifúngicos em comprimido, ele é usado quando a irritação está bem agravada. Fique atento O método de diagnosticar a doença é feito geralmente, através de exames simples de rotina como o Papanicolau, realizados por um especialista em consultório ginecológico. Para isso, não basta procurar por um apoio clinico é necessário ter um bom plano de saúde, que lhe garanta conforto e praticidade. E, claro que proporcione de imediato à identificação do tipo de fungo, causado pela candidíase. Por isso é essencial que você adquira um convênio médico, para cobrir todos os exames necessários na realização de seu tratamento. Sem o recurso de uma boa operadora, acaba se tornando desvantajoso e caro. Faça agora uma cotação gratuita com a nossa equipe, nós do Valor de Planos de Saúde, garantimos qualidade e um preço, que não irá te apertar no final do mês!...
Continue lendo ...  

DIU | Um aliado na prevenção contra o câncer de ovário

O dispositivo intrauterino, feito de plástico, com arame de cobre em formato de T, conhecido como DIU. Pode ser considerado, como um dos métodos mais eficazes contra o câncer de ovário. Por conta, de um estudo feito pela revisão sistemática com metanálise de dados retrospectivos. A pesquisa apontou que o medicamento é ideal, para as pessoas com alto risco de contraírem a doença ou as que desejam se precaver contra esse tipo de enfermidade. O estudo apresentou 32% de redução do câncer de ovário, entre as mulheres que já tinham usado o DIU, em comparação com as que nunca usaram. Baixa procura pelo DIU Por mais que existam estudos e análises sobre o contraceptivo, ele ainda é uma das prevenções que mais causam boatos em sociedade. Alguns deles são: “DIU é abortivo”, “não pode ser usado em mulheres, que nunca tiveram filhos”, “causa infertilidade”, entre outros. Acredita-se que a baixa adesão pelo DIU, seja por conta dos mitos sobre o método. Para falar a verdade, a sociedade precisa de mais informações ou de programas de conscientizações, que mostrem a verdade eficácia do contraceptivo. Pesquisa Os pesquisadores analisaram onze estudos feitos anteriormente sobre o assunto. E levantaram 564 relatos de associação entre o uso do DIU e o câncer de ovário. Ou seja, eliminaram a grande maioria, por serem apenas boatos que circulam pela internet e que não possuem a possibilidade de se tornarem reais. Explicação Tirando as pílulas anticoncepcionais, que também são muito eficazes ao combate de câncer de ovário. O DIU pode ser sim, uma das medidas de combater a doença. Isso, porque ele possui altos níveis de estrogênio, hormônio associado ao aumento do risco do câncer de mama e de ovário. Outra possível explicação seria que o contraceptivo estaria ligado ao efeito inflamatório. Essa causa aumentaria a presença das células imunológicas, pois ele libera substâncias ao corpo, impedindo que o espermatozoide fecunde o óvulo.  Entre essa e muitas outras razões, comprovam que o DIU é eficaz e é um método que pode ser aplicado em mulheres sexualmente ativas, até mesmo em adolescentes. Existem dois tipos, confira abaixo: Proteção do DIU O DIU possui eficácia igual ou superior a 99%, a validade do dispositivo varia entre 5 a 10 anos e deve ser retirado até um ano após a última menstruação. DIU Hormonal ou Mirena: Contém um hormônio, chamado de levonorgestrel, que é liberado no útero após a sua inserção. Ideal para as mulheres que necessitam de contracepção, mas que estão fazendo tratamento de endometriose ou de miomas. DIU de cobre ou Multiload:  Dispositivo feito de plástico, mas revestido somente com cobre. Geralmente tem menos efeitos colaterais, por não conter hormônios. Pode ser utilizado em qualquer idade, não interferindo na amamentação. É, importante saber O dispositivo pode ser inserido no útero no próprio consultório ginecológico, o processo é simples dura, em média de, 15 a 20 minutos. A colocação do DIU pode ser feita em qualquer período do ciclo menstrual, mas o aconselhável é que seja colocado durante a menstruação, pois...
Continue lendo ...  

Conheça 5 motivos para NÃO tomar refrigerante | Saiba mais

Que o refrigerante faz mal, acho que isso não é mais nenhuma novidade. Mas mesmo assim, segundo o Ministério da Saúde, ele é o sexto alimento mais consumido entre os brasileiros. O que muitos não sabem é que o seu consumo está relacionado a um aumento de mortes prematuras. Como assim? Essa informação surgiu após a realização do maior estudo pan-europeu. Os pesquisadores identificaram que as mortes por doenças circulatórias eram constantes em pessoas que consumiam refrigerantes de baixa ou zero caloria. O índice de mortalidade foi maior entre pessoas que bebem dois ou mais copos de refrigerantes por dia, em relação aos que consumiam menos de um copo por mês. Uma dica! Como você já deve ter percebido, não adianta você trocar a versão comum pelo zero ou light e achar que o seu consumo está sendo menos prejudicial. Independentemente de como você for consumi-lo o, refrigerante faz mal e ele está ligado a inúmeros malefícios. Confira abaixo os 5 motivos, apontados pela ciência para abandonar o hábito: Causa obesidade O refresco possui em sua composição um ingrediente chamado xarope de milho, ele possui uma alta concentração de dulçor  Por conta disso, ele é apontado no mundo como um dos fatores responsáveis pela obesidade, principalmente infantil. Seu consumo em excesso pode trazer problemas inflamatórios e afetar os vasos sanguíneos. Provoca dependência Ao consumirmos açúcar, o nosso paladar fica literalmente viciado no dulçor e, por conta disso, ativamos o sistema de recompensa, que faz com que libere os neurotransmissores. E toda vez que ingerimos esse açúcar, nosso organismo entende que precisamos de mais e mais, para satisfazer nossos desejos. Escurece os dentes O refrigerante faz mal para a camada protetora dos dentes, por conta do açúcar, e de seus ácidos presentes em sua composição.   Suas consequências mais comuns são: sensibilidade, gengivite e cáries. É prejudicial ao fígado Um dos perigos do consumo excessivo de refrigerante açucarado é a esteatose hepática, o que denominamos como acúmulo de gordura no fígado, que pode evoluir para a cirrose. O açúcar ingerido será armazenado pelo fígado e depois liberado na corrente sanguínea em forma de ácidos graxos. Nosso corpo irá absorver os ácidos graxos em vários órgãos, inclusive, no fígado.   Insônia Alguns refrigerantes possuem em sua composição a cafeína, o que denominamos como estimulante. Esse composto também está presente no café, ambos são prejudicais e fazem com que você perca o seu sono. Último ponto! Para viver bem é fundamental sentir-se seguro, para isso não basta evitar o consumo de refrigerante. Adquirir um plano de saúde, pode ser o primeiro passo para você começar a cuidar do seu bem-estar. Viva bem e seja feliz! Faça agora uma cotação gratuita com a gente e conheça os nossos serviços....
Continue lendo ...  

Setembro Amarelo | Mitos sobre o suicídio

Você sabe o que leva um ser humano a se matar? O setembro Amarelo é uma forma de mostrar a sociedade, quais são esses motivos. Vamos aprofundar um pouco mais o assunto… Para falar a verdade as pessoas que cometem o suicídio, não possuem a morte como um objetivo, mas sim o “fim” de seus problemas e é através da morte que acham que irão ter uma solução. Essa atitude, pode ter várias causas: Culpa, remorso, medo, depressão, ansiedade, humilhação, entre outros. Na campanha de conscientização um dos objetivos é mostrar a pessoa que está pensando em cometer o suicídio, que ela não está sozinha e que existem inúmeras formas de se recuperar desse problema, sem precisar tirar a sua própria vida.  A sociedade muitas vezes pensa que o suicídio é silencioso e que ele não possui sinais, mas essa afirmação é falsa! O setembro Amarelo, por sua vez, diz que os suicídios são planejados e que as pessoas dão sim sinais de que pensam em se matar. Muitas vezes, essas pessoas pedem ajuda de maneiras conscientes e inconscientes e reconhecer esses sinais é fundamental, para prevenir uma tentativa de suicídio e salvar a vítima. Setembro amarelo e os seus mitos sobre o suicídio Quando falamos em setembro Amarelo, não podemos deixar de citar alguns mitos que circulam sobre esse assunto e que acabam atrapalhando os profissionais de saúde. Essas lendas, acabam aumentando os ricos das pessoas a cometerem o suicídio e a ficarem sem ajuda, por isso é essencial detectá-los, para poder amparar a pessoa que está necessitando de ajuda. Confira abaixo os principais mitos que circulam sobre o assunto: Quem ameaça não faz Geralmente as pessoas comunicam sua intenção antes do ato, raramente é sem avisos. Não há como impedir Sempre há como impedir e existe tratamento para aliviar o sofrimento psicológico. Quem se suicida é fraco Esse é um dos mitos, mais comentados, porque ajuda a alimentar a ideia de que doenças psicológicas não existem e que pessoas que estão passando por esse transtorno, são fracas e só querem chamar atenção. Como buscar ajuda? Caso você note algum desses sinais é essencial conversar com a pessoa sobre suicídio e a incentivar a buscar ajuda de um profissional. Procure não julgar e nem condenar a pessoa, pois os sintomas suicidas são indícios e não uma escolha. Por isso, procure não decepcioná-la dizendo que o suicídio é covardia, que ele não existe ou que é apenas uma fraqueza. Gostou da matéria? Continue acompanhado o blog Valor de Planos de Saúde! Aqui você fica por dentro dos assuntos que estão sendo repercutidos pela mídia. E aproveitando o gancho, que tal adquirir um plano de saúde? Já pensou em contratar uma boa operadora de plano de saúde? E o melhor, com um preço que cabe no seu bolso!  ...
Continue lendo ...  

Cigarros eletrônicos podem me ajudar a parar de fumar?

Parece até piada, mas os cigarros eletrônicos podem ser uma opção para quem quer parar de fumar. Essa informação surgiu após um estudo publicado no periódico New England Journal of Medicine. Os pesquisadores descobriram que pessoas que tinham optado em usar cigarros eletrônicos, tiveram quase duas vezes mais chances de terem sucesso, do que aqueles que escolheram a terapia tradicional. Mas não se precipite com essa informação, ela pode ser uma porta de entrada para o consumo do cigarro habitual, principalmente para o público mais jovem. Para ex-fumantes, estes produtos impõem risco de recaídas, pois eles dificultam a consolidação de tentativas de cessação. E eu posso consumir cigarros eletrônicos no Brasil? A resposta é não! No Brasil sua comercialização é proibida, devido a medida adotada em 2009, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Essa proibição é uma forma de precaução, até porque os cigarros eletrônicos não possuem segurança e nem uma eficácia comprovada. Contudo, mesmo com essa regra, o consumo de cigarros existe e não é proibido a compra e sua comercialização. Muitas pessoas conseguem usufruir da mercadoria sem muitas restrições. O preço geralmente varia entre R$100,00 a R$500,00, dependendo da marca. Quais os riscos? Os cigarros eletrônicos possuem substâncias cancerígenas com consequências tóxicas ainda desconhecidas. Seus efeitos de longo prazo na saúde, ainda não foram completamente estudados. A forma como o produto é divulgado em alguns países, causa uma pequena alienação nas pessoas, pois as levam a acreditarem que é um produto menos nocivo do que os cigarros tradicionais e que com eles realmente irão conseguir parar de fumar. Nos Estados Unidos o produto é liberado, e a procura cresce cada vez mais, principalmente entre os jovens. Com a oferta de oito sabores viciantes como hortelã, manga, crème brûlée, pepino e mix de frutas. Independente de seu sabor, o consumo de cigarros eletrônicos não é recomendado seja em um país que o uso dele é liberado ou em um país como o nosso, que a sua comercialização é proibida. Qualquer produto derivado do tabaco causa dependência e é prejudicial à saúde. Deseja parar de fumar? Procure por um especialista, veja quais são as medidas mais aconselháveis. Faça já um plano de saúde e livre- se do tabagismo! Acesse agora o Plano de Saúde Populares. Referência: Cigarros eletrônicos ajudam ou atrapalham a cessação do tabagismo? – Medscape – 22 de agosto de 2019....
Continue lendo ...  

Infecção de urina | Descubra os 05 mitos e verdades mais populares

Se você já sofreu de infecção de urina, então sabe como é horrível sentir essa dor. E, para acabar com este problema vamos desvendar alguns mitos e verdades sobre o assunto. A infecção urinaria é um problema comum que atinge principalmente as mulheres, porque a anatomia feminina proporciona uma maior proximidade da uretra em relação ao ânus e a vagina. Os sintomas mais comuns de infecção urinaria são: ardência ao urinar e urgência miccional. Ou seja, quando a pessoa está com infecção, ela sente dores no “pé da barriga” e vai ao banheiro várias vezes. Em situações mais graves, pode acontecer da urina ficar avermelhada e com sangue. Por isso, é necessário um diagnóstico preciso e um tratamento adequado, para que o paciente dê início na sua recuperação. Por ser uma doença comum, existem muitas informações falsas a respeito, que podem afetar demais a saúde e impedir que o paciente faça um tratamento adequado. Para isso, selecionamos os 5 mitos e verdades mais comuns sobre a infecção de urina. Confira os mitos e verdades sobre a infecção de urina Pergunta: A urina é turva e tem um cheiro ruim? Mito! Na verdade, acor, clareza e odor da urina, não devem servir para diagnosticar uma infecção de urina. Pergunta: Alterações do estado mental em pacientes de 3º idade, pode ser um sintoma de infecção urinária? Verdade! As alterações do estado mental em pacientes de 3° idade, podem ser sintomas de infecção urinária, mas é preciso ficar atento porque estes sintomas também estão ligados a outras doenças. Pergunta: Urinar depois do ato sexual evita infecção de urina? Verdade! Após a relação sexual, urinar pode ajudar a eliminar as possíveis bactérias que se acumulam durante o ato sexual. Pergunta: Ter bactérias na urina significa que estou com infecção de urina? Mito! A presença de bactérias na urina no exame microscópico não é uma identificação de infecção urinária, devido à possibilidade de contaminação e bacteriúria assintomática. Pergunta: Usar biquíni molhado por muito tempo pode dar infecção de urina? Verdade! O uso prolongado de peças molhadas como biquínis ou bermudas, aumentam a chance de contrair a infecção, por conta da proliferação das bactérias agressoras no sistema urinário. Agora que você já sabe algumas lendas que envolvem a infecção de urina, que tal adquirir um plano de saúde? Assim, você consegue cuidar de sua saúde e proteger quem você ama. Acesse o site Valor e adquira o melhor plano de saúde. Nós temos os melhores preços e facilidades do mercado!...
Continue lendo ...  

Menstruação atrasada? Descubra os principais sintomas de gravidez

Quando a menstruação atrasa a primeira coisa que a maioria das mulheres pensam é que estão grávidas, estou errada? Geralmente, isso acontece porque o atraso da menstruação, costuma ser um dos sintomas de gravidez mais clássico do primeiro trimestre. Mas nem sempre o atraso significa isso. A gravidez é uma transformação que se manifesta de diferentes formas no corpo da mulher. Alguns deles são mais evidentes, outros mais silenciosos e poucos associados a uma possível gravidez, como ter as veias do braço mais evidente e o excesso de saliva. Afinal, o organismo da futura mamãe precisa se adequar aos insumos biológicos para a formação do bebê. Preste atenção no seu ciclo! Para começar é preciso entender e saber diferenciar os sintomas de gravidez com ciclo irregular. O retardo pode significar somente um ciclo menstrual irregular, isso ocorre porque o corpo da mulher ao longo do mês passa por uma série de mudanças. Um ciclo considerado “normal” costuma durar entre 25 a 30 dias. Se esse número ultrapassar essa média, uma das principais causas justificáveis são: Pílula anticoncepcional do dia seguinte, estresse, obesidade, dietas,  dormir pouco, tabagismo, álcool, entre outros. Essas modificações na rotina, podem ocasionar alteração no intervalo da menstruação, seja para mais ou para menos. Se a mulher estiver grávida o corpo começa a dar sinais de que  tem uma gestação em vista e é assim que surgem os primeiros sintomas de gravidez. No entanto alguns sintomas de gravidez são facilmente perceptíveis, outros demoram um pouco para aparecer, e por esse motivo a maioria das mulheres só percebem que estão grávidas a partir do atraso da menstruação. Para que você tire suas todas as suas  dúvidas sobre o assunto, listamos os primeiros de gravidez. 09 sintomas de gravidez iniciais Atraso menstrual Enjoos Mamas maiores e sensíveis Pequeno sangramento Maior frequência urinária Aumento abdominal Prisão de ventre e aumento dos gases Desejos estranhos Instabilidade emocional De acordo com o Ministério da Saúde, normalmente os primeiros sintomas de gravidez aparecem quando o óvulo se instala na parede do útero, alguns dias depois da relação sexual ter acontecido. Por isso, independente dos sintomas que você esteja apresentando é importante procurar por uma assistência médica , para verificar se realmente é uma gravidez ou se é apenas um ciclo menstrual irregular. Não perca tempo! O Valor pode lhe ajudar a cuidar de sua saúde, garanta a sua consulta com um ginecologista por meio de um plano de saúde. Faça a sua cotação, o Valor possui uma equipe especializada em atendimento de planos de saúde, pronta para atender você....
Continue lendo ...