Dia da Mulher: Consulta no ginecologista

Dia da Mulher: Consulta no ginecologista - Valor de planos de saúde

Muitas mulheres precisam ir ao ginecologista, mesmo que não tenham problemas algum, pois é um exame de rotina que deve se repetir pelo menos 2 vezes ao ano. Mulheres que respectivamente tem algum problema, precisam ir ao especialista de 3 em 3 meses, 6 em 6 meses ou de 8 em 8 meses para que se obtenha algum tratamento especifico se a doença estiver presente. Mas no dia da mulher isso precisa estar muito em questão, pois em alguns países, tudo isso é dedicado a elas.

Porque ir no ginecologista no dia da mulher?

Para quem não sabe, ginecologista é uma especialidade da medicina que atende especificamente mulheres. O seu significado nada mais é do que “ciência da mulher”, o que faz sentido. Exames são feitos para o caso de alterações, se encontrado, o tratamento é imediato. Mas no dia da mulher as mulheres precisam de um cuidado especial. Pois é quando há campanhas sobre a conscientização pela saúde da mulher. E o grau de incidentes abaixam, pois todas se mobilizam para acabarem com os sintomas.

No dia da mulher, o departamento de saúde abrange muito mais que apenas um comunicado. Campanhas são realizadas para que mulheres tenham mais acesso e tenham uma disponibilidade para que nesse dia ela se preocupa mais com ela mesma. Sintomas de uma doença grave pode aparecer e quem não tem esse acesso, esse dia ajuda todas elas a tirarem essas dúvidas sobre o seu corpo. Com exames gratuitos e cuidados extremos, para que possa voltar e se cuidar cada vez mais.

Curiosidades sobre o ginecologista

  1. Consulta: Sempre agende a consulta uma semana após a menstruação, pois o fluido menstrual pode atrapalhar a coleta do preventivo, gerando desconforto no exame de mama.
  2. Depilação: Não é uma regra que você precisa se depilar antes da hora do exame. Os pelo servem para proteger a parte íntima, tanto do homem quanto da mulher. Porém é possível que se depile sem nenhuma preocupação, mas sem excesso.
  3. Relações sexuais: Não é nem um pouco recomendado que tenha relações com alguém. A camisinha e o ato do sexo um dia antes da consulta aumenta o PH vaginal.
  4. Protetor diário: No dia a dia, conforme o tempo passa, a virilha acaba suando e tendo odores, nada de anormal. Mas pode passar protetor para inibir o odor da vagina. No dia a dia esse produto se torna respirável, então você pode usar o dia inteiro.
  5. Ir ao banheiro: O motivo é simples: segundo o médico, a bexiga cheia pode causar um certo incômodo na região pélvica durante o preventivo. Então urinar antes da consulta pode deixar mais confortável para que possa ser examinada.

Portanto, é necessário que pelo menos duas vez ao ano o ginecologista seja consultado para fazer exames de rotina e check ups. Complicações podem ser evitadas sempre que a iniciativa de ir ao médico for tomada. Então aproveita todas as campanhas e tenha o costume de sempre ir ao médico responsável.

Veja também