Doenças Causadas Pela Obesidade – Parte 1

As doenças causadas pela obesidade são cada vez mais presentes em nossa sociedade. Isso se dá pelo aumento expoente nas taxas de obesidade ao redor do mundo. Hoje, estimasse que mais de 2 bilhões de pessoas sofram desse mal. No Brasil, o número de pessoas obesas subiu 60% em 10 anos, subindo de 11 para 16% da população.

SAIBA PORQUE VOCÊ DEVE CONTRATAR UM PLANO DE SAÚDE EM 2018!

Doenças Causadas pela Obesidade: um dos maiores problemas do século

O que é Obesidade

A obesidade se caracteriza como uma doença crônica, causada pelo acumulo anormal de tecido adiposo no corpo humano. As causas para a Obesidades são diversas, sendo a principal, a ingestão de calorias maior do que as gastas diariamente. Isso se dá através de uma alimentação desregulada e prejudicial à saúde. É uma doença extremamente grave, que pode levar o paciente a, além de dezenas de doença, a óbito.

Níveis de Obesidade

Sobrepeso

Caracterizado pelo ganho de anormal de peso, onde a taxa de tecido adiposo no corpo é maior do que os estudos apontam ser saudável. O estilo de vida já é influenciado pelo peso a mais, podendo causar fadiga, dores nas articulações, além de pequenas alterações em exames. A perda de peso é menos difícil, necessitando apenas da mudança dos hábitos que levaram à elevação do peso.

Obesidade Grau I e Obesidade Grau II

Caracterizada pelo excesso de peso e de tecido adiposo no corpo, esse estágio apresenta inúmeros riscos à saúde do paciente. É imprescindível o acompanhamento com profissionais da saúde, além da realização periódica de exames, além de uma mudança brusca de hábitos alimentares, abandonando também o sedentarismo e, muitas vezes, acompanhamento psicológico.

Obesidade Grau III – Obesidade Mórbida

É o grau máximo que o corpo humano consegue atingir. Nele, o ganho de peso é descontrolado. A necessidade de acompanhamento médico é obrigatória, uma vez que, nesse estágio o paciente deve sofrer com doenças relacionadas à obesidade. O risco de vida é eminente, a mudança de hábitos é difícil, porém possível. É provável que o paciente, além de ser aconselhado a mudar seus hábitos alimentares e iniciar uma rotina de exercícios físicos, seja encaminhado para uma cirurgia bariátrica, restritiva.

As Causas da Obesidade

Como dito anteriormente, a principal causa da obesidade é a ingestão descontrolada de calorias diariamente, sem que essa energia sobressalente não é queimada através de atividades cotidianas. Porém, todo esse ganho de peso pode se dar também por outros fatores:

– Utilização desregrada de remédios com alterações hormonais, que implicam no ganho de peso;

– Desequilíbrio natural na produção de hormônios pelo corpo (por exemplo, menopausa);

– Fatores psicológico, quando a comida é utilizada como valvula de escape para episódios de stress, crises de ansiedade e ataques de pânico, por exemplo;

– Hábitos prejudiciais, como o sedentarismo, tabagismo, alcoolismo etc.

Saiba mais sobre tabelas de valores de plano de saúde, clicando aqui!

Doenças Causadas pela Obesidade

Nesse texto, iremos tratar sobre somente alguns das dezenas de doenças que têm ligação direta ou indireta à obesidade. Além disso, explicaremos suas relações com a obesidade em si. Acompanhe abaixo! E não se esqueça: a parte 2 desse texto, com o restante dessas doenças, sairá amanhã!

Síndrome Metabólica

A doença é, em resumo, a junção de várias alterações causadas centralmente pela obesidade. À adição dessas alterações, quando aparecem ao mesmo tempo, se dá o nome de Síndrome Metabólica. É importante lembrar que nem sempre o paciente sofrerá desses problemas todos de uma vez (ou que eles aparecerão de alguma forma). São essas alterações:

Diabetes

A Diabetes se caracteriza pela elevação das taxas de glicose (açúcar) no sangue, derivadas da deficiência de produção de insulina pelo pâncreas. A diabetes e a obesidade podem ser relacionadas, uma vez que o aumento tecido adiposo pode fazer com o pâncreas produza mais insulina, fazendo com que o corpo crie resistência a ela (Resistência a Insulina). Seus principais sintamos são urina em excesso, fome e sede intensas, tonturas e muito cansaço. Se não tratada, pode levar a desidratação intensa, falência de órgãos, coma e morte.

Hipertensão Arterial

A Hipertensão Arterial se caracteriza pelo a pressão do sangue, causada por sua circulação pelas artérias, se eleva, causando vários desconfortos e perigos à saúde. Ela está interligada com a obesidade, uma vez que aumenta a, além do volume de sangue a ser bombeado, a quantidade de sódio absorvido pelo corpo. Ela tem como principais sintomas dor de cabeça e tontura, e, se não tratada corretamente, pode levar a danos no coração, rins, aneurismas, AVCs, infartos e à morte.

Aumento no colesterol/triglicerídeos

O aumento no colesterol e dos triglicerídeos se dão, quase sempre, pela ingestão desenfreada de alimentos ricos em gorduras. Com todas essa gordura sendo transportada pelo sangue, o resultado poderá ser o entupimento de veias e artérias, resultando em infartos e derrames.

Problemas Cardíacos

A obesidade impacta diretamente na parte estrutural do coração, além de alterar seu funcionamento. Com o aumento da massa do corpo, é provável a expansão do átrio esquerdo (que recebe o sangue rico em oxigênico, e passa para o ventrículo esquerdo) e a expansão do ventrículo esquerdo (que é responsável por bombear o sangue oxigenado e distribuí-lo ao corpo. Esse possível alargamento do átrio aumenta as chances de arritmia cardíaca e de fibrilação atrial. Já a alteração no ventrículo faz com que o coração necessite de mais força para bombear o sangue, aumentando o risco de insuficiência cardíaca.

Além disso, como dito anteriormente, o aumento dos níveis de gordura no sangue é perigosíssimo. Ele pode ocasionar no entupimento de artérias importantíssimas para o bom funcionamento do organismo. Esse entupimento poderá resultar, caso não tratado, poderá aumentará também as chances de insuficiência cardíaca.

 

Não se esqueça: texto nenhum tem a formação médica necessárias para um diagnostico preciso. Não deixe de realizar de consultas com um profissional da saúde, para acompanhamento. Além disso, NUNCA SE AUTO MEDIQUE!

Vida com a traquilidade é contar com os principais profissionais da saúde, os melhores hospitais e clínicas. Clique aqui, faça uma cotação de plano de saúde. Sua saúde (e seu bolso) agradece!

Veja também